sábado, 4 de agosto de 2012

Andando por BH




Andando por BH observo um horizonte com características contraditórias.
Vejo pessoas no corre-corre diário atravessado sinais vermelhos só para não chegarem atrasados ao trabalho, estão tão apressados que mal notam o que se encontra a sua volta.
Andando por BH, passando de manhã pela Praça Sete, observo pessoas deitadas nos cantos, nas calçadas, enroladas em um cobertor, paro um pouco e penso essas pessoas devem sentir muito frio durante a noite e fome também, e ninguém olha para elas.
Andando por BH observo que o ser humano cada vez mais só quer saber de cumprir suas obrigações, ninguém se preocupa com ninguém, o importante para eles é cumprir o básico, ganhar dinheiro o resto tanto faz.
Andando por BH vejo homens engravatados, com suas malas, cheia de papeis, são pessoas importantes não é mesmo? Mas se são tão importantes por que não fazem algo importante como olhar ao seu redor, e ajudarem as pessoas que necessitam? Talvez eles nem sejam tão importantes assim.
Andando por BH me pergunto aonde se encontram as pessoas que elegemos de quatro em quatro anos, por que eles não tomam providências, aonde se encontram as propostas de igualdade social? Será que eles não andam pela cidade? Acho que não, na realidade acho que eles nem andam a pé.
Andando por BH vejo o tédio na cara das pessoas que andam de ônibus todos os dias, observo pessoas reclamando de terem que enfrentar todos os dias o trânsito da Avenida Amazonas, da Pedro II, da Antônio Carlos e da Via Expressa, é de fato as pessoas se chateiam dentro dos ônibus, afinal andar de ônibus é um problemão...será que é mesmo? Eles andam de ônibus mas pelo menos tem uma casa, tem comida, e tem uma cama para dormir.
E aquelas pessoas? Aquelas que se encontram nas ruas, dormindo em papelões, não tem uma cama, muitas vezes não tem nem o que comer, não tem sequer um teto para dormir, esse sim é um problemão, que pode ser chamado de descaso social, pois eles também são seres humanos, merecem uma vida digna, merecem um lar.
Andando por BH enxergo que nós que temos uma casa, temos uma cama, e temos o que comer, não temos tantos problemas assim. Pegar ônibus, enfrentar trânsito isso não é problema, deveríamos é nos mover olhar a nossa volta antes de reclamarmos por nada.

Autor: Samuel Lucas


1 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Se expressem , gritem , cornetem , comentem

Grato , blog 2 cabeças viajantes