30/01/2016

Carnaval 2016 : curta o carnaval nas ruas

          Olá  , vamos pra folia ?

         Chegou a época mais festiva do ano , o carnaval , desde o último ano cresceram os blocos de rua .  Uma novidade bem interessante , uma retomada de cultura popular , o povo ir a rua pra se divertir e ir além de um sambódromo . Quebrar as barreiras do elitismo a um lazer que todos devem ter direito .
           Tome cuidado com seus bens , a época de quem se aproveita da muvuca para roubar as pessoas ; além disso ,  cuidado com os excessos de álcool e drogas , afinal temos um ano inteiro por vir .
          a consequência dos excessos pode ser algo permanente , DST e gravidez não são coisas poucas e ainda é importante lembrar do respeito a mulheres na folia , Não é Não , forçar a barra é assédio sexual , abre o olho rapaziada .
          
          Galere , aproveitem o carnaval 2016  nos blocos de rua e muito Juizo ( Ou não )


   Abraços , @miyoshi_niceguy

27/01/2016

Chuvas , problemas de sempre

      

Padrão comum
      Caros amigos Paulistanos

     Sou da zona leste , chega essa época do ano na cidade e já sabemos o que vai acontecer : Enchentes , alagamentos e discursos oficiais repetidos .  É triste pensar numa cidade tão grande e que fez 462 anos ,não tem soluções a problemas crônicos que estão ai a décadas , mais por falta de vontade política do que conhecimento técnico .
     A temporada de chuva é igual todos os anos , com sua variação de força e um período complicado para uma cidade que surgiu apressada .  São Paulo teve pressa em virar gigante e se esqueceu da mínima estrutura para sua Natureza , cresceu sem respeitar os rios que foram de áreas de lazer e parte essencial para grandes esgotos a céu aberto , o porquê é tão castigada com chuvas previsíveis em áreas de margens de rios , as varzeas, as vitimas comuns sãos as marginais Pinheiros e Tiete e outras vias principais como a av Ricardo Jafet na zona sul , região da Lapa e etc .
       Outro problema constante é o alagamento continuo de Bairros nas varzeas dos rios de SP . Pauta certa dentro dos jornais de todas as emissoras é ver bairros inteiros embaixo d'agua e os prejuízos das mesmas pessoas ano após ano , sem uma ação concreta para impedir aquilo , vira rotina ; todas as regiões tem áreas que sofrem com isso e uma completa reestruturação do espaço é a saída para melhorar a vida dessa população porém no estágio da urbanização atual , é complexo desocupar regiões densamente ocupadas .
         Consequência natural dos processos de erosão causadas pelo verão , os deslizamentos de terra são comum nas áreas de morro , dor de cabeça certa ao governo na estação . O problema de habitação é o principal atrelado ao afetados da chuva na cidades , a necessidade de moradia e o afastamento gradual das pessoas do centro da cidade faz com que elas entrem em terras perto dos rios e assim gerando um problema social grave , não contido pelas ações continuas anti - enchentes / alagamentos , o resultado mais previsível é assistir a todos anos mesmos problemas sem solução .
         A solução mais usada e que se estabeleceu foram os piscinões , reservatórios para a alta dos córregos  , além da retirada dos moradores de áreas de risco . Essa são soluções parciais , resolvem momentaneamente situações recorrentes mas não são definitivas , as soluções complexas são a desocupação das margens dos rios , a despoluição dos rios , a permeabilização do solo e outras mais que dependem de projeto político , ausente nos últimos 20 anos na Capital Paulista .
       
      Já passou da hora de culpar o poder público pelo estragos de tantos anos na cidade , a chuva que é vilã ou mocinha dependendo do momento , é inocente pois andam fazendo seu papel , e o Governo Municipal e Estadual ?

Recomendação de Documentário : 


abraços e beijos , @miyoshi_niceguy

26/01/2016

Sobre MPL e Black blocs : Manipulação midiática

  
     
       Olá , meus caros leitores

      Dois assuntos necessário para se falar agora , MPL  e Black Blocs , o ataque da mídia burguesa esta forte e a marginalização dos movimentos sociais preocupa como todo ano de luta e eleição . A utilização da pauta contra o próprio movimento e o senso comum são as armas que o governo tem se utilizado para descaracterizar a luta frente a população , maior afetada com o aumento da tarifa .
 
      1) Movimento Passe Livre

        Entender o que acontece ao MPL que colocou seu nome na História recente do País , vindo dos acontecimentos de Junho de 2013 , é um processo básico dentro de uma política reciclada de tempos coloniais . 
        Um fato é que quando surgiram movimentos contra o governo , a maioria sumiu da história ou foi marginalizada e jogada ao esquecimento .  O passe livre vem desde 2013 sendo jogado aos poucos num lugar de vilão , fato ligado aos poucos atores sociais a sair na rua em defesa de direitos , desde então brigou nos anos seguintes aos aumentos e ligadas ao Ideal essencial , a Tarifa Zero , que os mantém  engajados .
A sua marginalização é só mais um caso como o MST ( Que é tema futuro neste blog ) .
       Um ponto importante é que Tarifa Zero como ideal , pode ser dado como utopia ou  mudança de vontade política pois a cidade deve garantir direitos como o transporte . Podemos considerar o fato que esta sendo amplamente divulgado , a matemática do capital levando em conta todos os detalhes burocráticos e taxas porém isso não revela a taxa de lucro do empresário do Transporte das inúmeras cooperativas que rodam na cidade sem melhorar a condição de ônibus e o serviço prestado diários a população ; Tanto quanto pensar a rede de transportes de hoje , sobrecarregada e ineficaz que sofre aumento todos os anos sem um sinal de melhora a longo prazo , por que não pensar num outro modelo que o Estado custeie o serviço e torne acessível a todos , tendo uma qualidade similar . Vale ressaltar quanto o modelo de arrecadação é variável mas gira em torno de taxar a todos num imposto como o IPTU mas taxando justamente as classes gerando mais receita ao Estado , do que explorar do dinheiro do trabalhador  que gasta mais de 1 /3 do que ganha para se locomover todo o dia , nesse processo muitos não conseguem sair de suas casas e saem do mercado de trabalho .
      

   2) Black Blocs

       Eles integram um movimentos mas a detalhes importantes a lembrar como a direção política Anárquica e o inimigo deles é o Estado , se diferenciando dos objetivos do MPL .  Os dois movimentos convergem em certos pontos mas eles não tem ligações .
         A presença deles é frequente nos atos de diversas causas quando o assunto é contradições sociais que os governos vigentes praticam , isso torna os radicais da luta por baseada no modo que lhes dá nome , agressiva e contra o sistema , esperar uma atitude diferente é enxergar errado a eles . Eu não sou a favor da ação em si , no entanto , tenho que entender na direção dos movimentos sociais , fazem parte do todo que vão as ruas quando a causa chamar e o combate aparecer pois querendo ou não vivemos em pé de guerra com a PM , Choque e etc . Saímos a luta contra a tirania de tantos governos independentes de siglas .
        O Estado que eles combatem tem vários símbolos como os Bancos , Transnacionais e os grandes prédios da cidade .  A destruição dos mesmos , o ataque é carregado de simbolismo , indignação a realidade que vivemos ; o mesmo vale aos combates com a PM que vivem a ser noticiados , a luta contra o exercito fascista do Estado conhecido como policia Militar .
        O grupo age por seus motivos e não se arrependem de tal posição .  É uma face da guerra invisivel que ocorre todos os dias , somos parte dela e talvez inocentemente , a população não quer perceber .   A problemática de sua existência é complexa demais para se achar uma solução extrema e facil , eles continuaram a existir nos atos e a policia continuara a nos atacar seja lutando nas ruas ( aonde muitos inocente se ferem ) ou nas favelas , aonde morrem muitos e olhos não conseguem ver .


Não se iludam quando falarem de "baderneiros " e "quebra - quebra nas ruas da cidade " pois isso é manipulação . Os atores sociais estão ai para incomodar a sociedade e questionar uma realidade cruel e conformista .

  abraços , @miyoshi_niceguy

15/01/2016

3° Ato contra a Tarifa : Enfim paz

         

   Olá , meus caros

     Hoje , apenas trago um comentário do que foi o 3° ato contra a tarifa no dia 14 /01 organizado pelo MPL . Depois de 2 semanas de atos em busca da manutenção da tarifa em R$3,50 , houve uma trégua nos conflitos dentro das manifestações neste 3° ato , os trajetos foram feito sem problemas até seu fim , um no Masp e outra no Metro Butantã .  O que é de se comemorar depois da repressão absurda vinda da PM nos dois atos anteriores .
posição de batalha
       A semana ficou marcada pela posição abusiva do Governo Estadual de definir o trajeto dos manifestantes e a tensão entre eles e o movimento Passe livre ficou clara porém teve solução quando o próprio movimento , horas antes divulga seu trajeto .  A polêmica decisão de tentar por em negociação , o caminhos dos jovens que estão na rua apoiando o MPL , parece autoritária e visava ganhar apoio democrático as ações truculentas do governo Tucano porém o tiro saiu pela culatra quando a organização reiterou sua posição de não tratar do assunto , visto que não é interessante a eles enquanto movimento político, popular entrar em discussão com um administração de caráter Fascista .
guerra contra as pessoas
      Dentro do evento , por mais que tenha sido a manifestação pacifica e tudo correu nos conformes temos um ponto que não muda . O constante clima de guerra , sentimento do medo desses jovens que lutam mas se vem cercados de policiais , violentos e cegos de ódio , acompanhando- os ; o poderio militar exposto ali para todos com o objetivo de intimidar aqueles jovens batalhadores , muitos da periferia , como nos modelos mais fascistas possíveis . A necessidade é desmilitarizar a policia para que ela seja , uma parceira da sociedade e não uma ferramenta de guerra do Estado que segue a risca o manual militar e trata todos como Inimigos em potencial .
      Na atual situação ,  não pode ser ingênuo a pensar que os conflitos acabaram como nas situações pós fim de ato e o que temos é uma paz armada . Fica claro que não é fácil entender o contexto que se desenrola pois cada vez mais ,quem cobre e participa fica mais esperto , preparado para a violência e outro lado a PM , pratica mais as suas táticas de combate urbano , no entanto , tudo isso ocorre quando o desejo de ambos lados é paz , o livre direito de se manifestar sem o medo , enfim Democracia .
      O futuro dos atos é uma incógnita , se haverá mais sangue e violência ou uma trégua de tantos conflitos durante os próximos atos do MPL , não da para saber mas o que é certo  disso tudo é a Luta por direitos e o povo na rua . Juventude combativa contra o 3,80 que fode mais a vida do trabalhador e dificulta o vai vem das pessoas na cidade .

Links : 
http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2016/01/13/mpl-nega-convite-da-ssp-para-definir-trajeto-de-manifestacoes.htm
http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2016/01/mpl-divulga-trajetos-dos-protestos-desta-quinta-feira-em-sao-paulo.html

3,80 NINGUEM AGUENTA 

 Até a próxima , Abraços 
@miyoshi_niceguy
 

13/01/2016

Sobre a volência da PM e os atos do MPL : Guerra

 
O povo corre depois das primeiras bombas no dia 12/1/16
  
     Olá , como vão meus caros ?

    Originalmente o texto seria uma cobertura do 1° ato do MPL contra o aumento da Tarifa no país porém como mal começou foi reprimido covardemente e de forma truculenta , decidi falar de outra coisa . O clima  de guerra que a sociedade civil aprova e espera que a PM carregue tal instinto para seja qual for a área de atuação dela , afinal o termo " combate " cai como uma luva para ultimas ações em atos e ações diárias desde abordagens a reintegrações de posse .
  
    Vamos aos fatos , no dia 8 de janeiro , cheguei a concentração já passando pelo desfile do poderio da PM estacionado na praça próximo a prefeitura ; logo mais a frente , me deparo com com a fileira de policiais da tropa do braço e da PM ; o ato cresce e logo após as 18 : 30  , ele sai do teatro municipal rumo ao vale do Anhangabau passando pelo Largo do Paissandu e Av São João  .  O ato foi dissipado no momento que descia rumo a av 23 de maio , via o vale do anhangabau ; a cena é assim , muita gente correndo , o som da 1° bomba estourando , a corrida de volta ao contorno do teatro municipal e o gás subindo na praça ramos , ali tinha virado uma praça de guerra que se espalhou de outros pontos no centro .
   
      Todo o ato do MPL na cabeça da PM , é planejado para o confronto para a hora que é possível dissipar com o ato antes de tomar a cidade pois ele defende um lado , vem seguindo  uma ordem : Vencer sempre . O resquícios de 2013 são claros , a truculência do ano da histórica manutenção dos 3 Reais na passagem , estão ai para quem quiser ver e sentir ; A PM não vai aprender nada além de bater pois foi criada para combater e não " Proteger e Servir "como cai no seu lema civil - esta função até existe ,para os Bancos ,  Empresas e Ricos - , a todos que lutam pelos direitos , os movimentos sociais e juventudes combativas sabemos o veneno que é toda vez olhar no rosto do PM e ver que ele tá pronto para te pegar .
       Os acontecimento na praça do ciclista no dia 12 - 2 ° ato contra o aumento da tarifa  - são provas disso , o estilo de atuação violenta e sem pudor vem de sua origem na década de 70 após aos ataques de guerrilhas urbanas e na cidade só havia a policia civil , foi criada o braço militar da policia em São Paulo que caçavam os bandidos nos tempos que todos eram suspeitos se acostumaram a ter poderes ilimitados , muita gente nas periferias morreu e não se soube até  " rota 66 " de Caco Barcelos .
       O DNA da PM , o clima de guerra e as ações de tempos sem direitos civis a ninguém ,reflete o que parece  ser o perfil da instituição hoje em relação ao MPL ( Movimento Passe Livre ) e apoiadores . A questão Ideológica é tratar sempre com vista de um inimigo que é o seu próprio povo , no qual deveria proteger , as 50 mil mortes ano é um sintoma claro que um sistema violento e que ataca os pobres e negros que por vezes são expostos a mais criminalidade e sim , usadas por tal , se encaminham pra cadeia ou caixão  . Reafirmando que esses números são de Guerra Civil , mas como se só tem um lado atacando .
         A criminalidade nos últimos 40 , 50 anos apenas aumenta com o trato " Fino " da Policia , as mortes dos PMs é consequência , natural de uma vida em combate .  O que não podemos é admitir que tantas pessoas morram todo ano e sem pensar quem são esses " Números " : De onde vem , qual a sua cor e como foi morto ?
           O MPL é mais um dos movimentos que surgem para incomodar a "ordem " perfeita desta cidade que em tudo funciona , o motor do pais .  Pensando bem , Eles são a juventude focalizada em uma questão social que merece luta e atenção que o governo não dá , temos outros casos como o MTST , Os secundaristas e tantos outros ; Todos são pequenas partes de movimentos populares de luta e que brigam para melhorar o lugar que vivem seja na favela ou no centro da cidade , não inimigos da sociedade que causam prejuízos a vida como foram a tantas décadas atrás .
        Restringir os Atos do MPL como fazem hj na brigas dos R$ 3,80 e fizeram na vitória de 2013 com a manutenção da passagem é sinal de uma mentalidade de Guerra Civil . Jovens desarmados , mal protegidos e lutando mesmo assim , somos os inímigos para este governo Facista e que solta os cachorros para cima da gente ?

Até a próxima , @miyoshi_niceguy

04/01/2016

2016

  

   Olá a todos , um feliz ano

     O ano de 2015 , já se passou e foi carregados de novidades e surpresas aqui dentro do blog . O fato que crescemos pouco a pouco , com textos que realmente atingiram o seu público , assim seguimos para este ano que começa .  Por mais que fazer promessas seja legal , traçar otimismo e mensagens positivas  ; o que pretendo falar aqui é sobre o que promete 2016 . 

       Todo ano , o calendário de Feriados é mais ou menos igual , só variando o quanto caem em dias de semana , afinal o pessoal já planeja desde agora . Separamos tudo por partes : Até o carnaval , até a páscoa , até a ferias do meio do ano que tem o Plus de pegar o começo das Olimpiadas , até o dia das crianças , até o dia da proclamação da republica ,  até o natal e até o revellion . Sem contar o q eu esqueci nesta lista ,isso é constante todo ano .

        O que muda serão os acontecimentos :  a crise política vai ter fim ? a recessão vai piorar ? A argentina vai entrar em parafuso com o governo neoliberal ? Teremos tretas dignas de uma 3° Guerra mundial ? O terrorismo do ISIS vai continuar forte ? Esqueceremos Mariana e será que outra barragem vai estourar ? Assim entramos num ano que vai ser quente com a luta pelas tarifas de transporte no Brasil , As Olimpíadas estão ai e ai vai dar certo , O segundo round dos secundaristas e a reorganização , eleições para Prefeito e Vereadores e etc . A certeza que carregamos é que tem muito coisas vai acontecer e fiquem de olho na política , fatores decisivos para a sua vida daqui pra frente estarão em jogo dentro da Luta nas ruas , nas Urnas ou no Congresso . 
      Falando do Blog , teremos algumas novidades como a coluna sobre lutas e outras coisas , escritas por um  amigo .Além disso , marcaremos presenças nos atos de rua , os que for possível cobrir , de todas as Lutas deste ano , as resenhas de filmes voltarão junto as que já fazemos sobres questões sociais .
      Os textos sobre artistas novos e coisas interessante continuam , colunas como Construindo Ideias vem retratar muitos assuntos e tudo isso , se der tempo .
      Em breve anunciaremos lojas e pequenos negocios , se um dia aparecer 4,5 banners neste blog , afinal , blogueiro come e vive , além de trampar muito.

Que seja um ano Glorioso a todos

@Miyoshi_niceguy