VI Encontro de palhaços em assis : 28 de Julho, 5a feira! CORTEJO, ESPETÁCULO E MUITO ENCONTRO para continuar essa bela palhaçada!



     
  


     Quinta feira, dia 28 de julho, 2º dia do Encontro de Palhaços e Assis será tomada por um grande e festivo CORTEJO CULTURAL seguramente contagiante com muita música, palhaços e todos que queiram estar juntos! Venham maquiados, de nariz, chapéu, fantasiados ou não, mas venham !!!
    Saindo do Galpão Cultural às 16h30, rumo à praça da Catedral seguiremos em uma grande festa pública orquestrada pelo Grupo "Bando de Maracatu do Ponto de Cultura Projeto Brincarte" da cidade de Paraguaçu Paulista e Banda Ascabama, de Assis.
Às 20h, no Teatro Municipal de Assis, a Companhia Teatral Turma do Biribinha apresentará o espetáculo MAGIA! Um espetáculo de circo e teatro em que a prestidigitação e o ilusionismo, unidos ao humor poético e romântico do palhaço, com suas gags e esquetes compõem as cenas escolhidas. O espetáculo inspira-se também em Chaplin, em sua visão da vida, de que é preciso transformar a dor em alegria, e essa ideia norteará a trama de forma alegre, mas também veremos momentos onde o público e o artista são desafiados a superar as adversidades juntos. Este é um solo de Teófanes Silveira, o Palhaço Biribinha que realiza um sonho antigo o de oferecer ao público uma oportunidade de ser parte do espetáculo junto com ele.
    Para o fechamento do dia, às 22h no Galpão Cultural, o Ponto de Encontro de Encontro segue com boa música ao som de "Do outro lado da Banda"  para podermos trocar figurinhas e bater uma boa prosa.
Todas as atividades têm entrada franca e a CIRCUS tem o prazer e a honra de abrir este convite para que venham, tragam amigos, família, vizinhos e toda a cidade!!!
A festa é de todo mundo e só faz sentido quando compartilhada!!!

Para saber mais!
    


    Sinopse de MAGIA
“Dirigir um filme, sem elenco e sem dinheiro? Só se for MAGIA! E assim começa a saga de um palhaço que é contratado para este desafio, sem a mínima condição, mas também sem poder abrir mão desta oportunidade, Biribinha usa seus velhos truques de Mágica aprendidos no circo para fazer o filme e tentar colorir mais uma vez a sua vida que por hora está meio sem cor. Nesta jornada, ele descobre que é dentro de si, mais precisamente em seu coração que está à verdadeira fonte da transformação, descobre que o amor, o riso, a fé e as brincadeiras podem levá-lo a uma jornada cheia de surpresas, divertidos momentos onde o público é o elenco que o ajudará a vencer este grande desafio. 
Ficha Tecnica
Duração: 50 minutos
Direção: João Lima
Autor: Teófanes Silveira
Classificação Etária: Livre
Argumento, Adereços e Maquiagem: Teófanes Silveira
Cenário: Seliana Silva
Figurino: Vera Silveira
Pesquisa musical: Coré Valente
Sonoplastia: Eduardo Salzane
Atuação: Teófanes Silveira (Biribinha)
Realização: Turma do Biribinha LTDA



     Sobre o grupo: A Turma do Biribinha é uma companhia de circo teatro familiar fundada por Teófanes Silveira (Biribinha) há 28 anos, que trabalha a linha do Circo Teatro Nordestino. Suas maiores características são O Palhaço Tradicional e a Música Inusitada. Em 1987, na cidade de Arapiraca, interior de Alagoas, Teófanes Silveira, o palhaço Biribinha que acabara de deixar sua vida de circo, sentia necessidade de continuar desenvolvendo sua arte e não deixar morrer a tradição da Família Silveira que passara de geração em geração. Resolveu então criar a “Turma do Biribinha” acompanhado de seus filhos. Pintou-os de palhaço e lhes ensinou este ofício. Nos trabalhos, a figura cômica do palhaço sempre esteve presente. Os primeiros espetáculos da Cia. Foram as comédias infantis que seu pai, Biriba havia lhe repassado. A partir de então surgiram os clássicos infantis, teatro-escola, os melodramas do circo-teatro e as famosas comédias. Há 5 anos a companhia está em Americana – SP desenvolvendo na região sudeste e para todo o Brasil, oficinas, palestras, espetáculos e direções de novas criações Teatrais e circenses. 

Sobre o palhaço Biribinha: De tradicional família circense, Teófanes Silveira iniciou oficialmente sua vida artística aos sete anos na cidade de Angra dos Reis, interior do Rio de Janeiro, no circo Teatro Copacabana como protagonista da clássica peça de origem Espanhola Marcelino Pão e Vinho. No mesmo ano e na mesma cidade, estréia como palhaço Biribinha, sendo batizado com o diminutivo do nome de palhaço do seu pai Biriba. Biribinha recebeu sua formação sob a lona do circo, tornando-se ator, diretor, palhaço, maquiador, cenógrafo, artesão e produtor. Nos idos dos anos 80 foi outorgado com o título de “Cidadão Honorário Arapiraquense” Em 2010, foi reconhecido pelo Governo do Estado como Patrimônio Vivo da Cultura Alagoana, prêmio que reconhece mestres em suas áreas de atuação. Em 2011, é convidado para gravar cenas na novela Araguaia da Rede Globo de Televisão. Em julho também de 2011, recebe o convite e é aprovado por unanimidade, para sentar na cadeira de número 26 da ACALA, Academia de Letras e Artes de Arapiraca. Biribinha ministra oficinas de palhaço, formação do ator de Circo Teatro, Maquiagem TEATRAL, BASEADA NAS TÉCNICAS DO Melodrama Circense, construção e manipulação de mamulengos e bonecos gigantes. É um mestre na arte da palhaçaria no Brasil, e um dos poucos palhaços de formação tradicional em atividade no País, que roteiriza e dirige seus próprios espetáculos. Há 5 anos, fixou residência em Americana, SP, afim de expandir seu trabalho por todo Brasil. Foi contemplado com 58% do voto Popular com o Prêmio Governador do Estado de São Paulo para a Cultura 2015 na categoria Circo.

Comentários

confira :

os pontos positivos e negativos da Olimpiadas RIO 16

os melhores smartphones de 2017 segundo o Zoom