segunda-feira, 16 de abril de 2012

É acho que não usamos toda nossa inteligência


    

   Existem muitas teorias que o ser humano não usa nem 10% da sua capacidade cerebral, não da para afirmar tal coisa, porém uma coisa é certa não usamos boa parte da nossa inteligência e capacidades simplesmente por preguiça, é isso mesmo preguiça, você já se perguntou por que toda vez que pretende aprender algo novo, você entra em um curso? Por que você não tenta aprender por conta própria? Será que você só consegue aprender com um professor? Com todas essas perguntas você não se acha um preguiçoso?
   È comum durante a vida às pessoas buscarem se especializar em certas áreas do conhecimento humano, o caminho mais comum para uma pessoa é recorrer a cursos desde os mais simples aos mais avançados. As pessoas buscam se aperfeiçoar em muitas áreas, obter conhecimento sobre algo, isso é fundamental pois auxilia em situações do tipo como arrumar um emprego dos sonhos, entre outras coisas, tudo se baseia em cursos, tem curso básico, técnico, superior todos eles repletos de alunos buscando aprender. Mas será que o aprender depende necessariamente de um curso, a resposta é simples, não.
   Se a sociedade olhar para dentro de si e parar um pouco para pensar talvez os cursos não estariam tão cheios, quem quer aprender não precisa pagar para obter conhecimento, as pessoas entram nos cursos com um ideia fixa de que é mais simples aprender em sala de aula com ajuda de um professor, pode até ser verdade, porém essa ideia muitas das vezes vem por que a pessoa tem preguiça de estudar em casa, ou não se considera capaz de aprender sozinha, ela sente a necessidade de um professor e acaba por criar uma dependência dele
   Hoje em dia a informatização é enorme a Internet é um mecanismo fantástico, sites como o Google e a Wikipédia geram um rodizio de informação tão grande que é muito fácil conseguir, conteúdos e mais conteúdos de todas as áreas do conhecimento humano, ou seja, é possível aprender qualquer coisa na Internet, ela possui tudo que as pessoas aprendem nos cursos, existem muitos casos por ai de pessoas que nunca frequentaram uma sala de uma faculdade, mas mesmo assim conhecem muito sobre áreas especificas que buscaram aprender, conhecem até mais do que muitos universitários, essas pessoas que estudam por conta própria são os chamados autodidatas.
 Os autodidatas são pessoas que tem sede de aprender e buscam os materiais necessários por conta própria, a principais características deles é o esforço, determinação e muita leitura. Autodidatas seguem uma disciplina de estudo, não necessariamente são mais inteligentes, mas sim mais esforçados quando querem aprender, eles aprendem mesmo. E o mais legal é que eles estudam com prazer, não são obrigados a estudar, aprendem os conteúdos dos seus interesses, assim é bem mais legal estudar. Enquanto isso existe por ai pessoas entediadas em salas de aula aprendendo por aprender, sem muito interesse na matéria.


   O exemplo dos autodidatas é muito bom e deveria ser seguido pela sociedade, não estou querendo dizer que é para todos abandonarem seus cursos e estudarem em casa, o curso é uma boa forma de aprendizado, porém seria melhor se todos estudassem não só na sala de aula, mas também fora dela, buscando melhorar, criando uma espécie de desafio, aprender sozinho, sendo cada um o seu próprio professor, se todos diminuíssem um tempinho das redes sociais e lessem mais, certamente seriam bem melhores em suas respectivas áreas.
   Com curso ou sem curso é possível aprender qualquer coisa, basta ter determinação, correr atrás, não é o diploma que torna a pessoa capacitada, isso é tolice imposta pelo mercado de trabalho, o que torna a pessoa capacitada é força de vontade, a leitura, o prazer em estudar o que se gosta, é o que citei acima muitos nunca entraram em uma sala de aula, não possuem um pedaço de papel que comprova o que sabem, mas sabem e sabem muito, pois não são preguiçosos, mas sim determinados esses são os autodidatas.

Autor: Samuel Lucas

0 comentários:

Postar um comentário

Se expressem , gritem , cornetem , comentem

Grato , blog 2 cabeças viajantes