04/02/2013

A nossa necessidade de aparecer para o mundo


  

  "As vezes sinto vontade de escrever, as vezes tenho vontade de me expressar, de dizer tudo que estou pensando, sentindo, vivendo". Necessidade, mas necessidade de que mesmo? Necessidade de aparecer, isso faz parte da vida de todo ser humano, todos possuem o mesmo vício, poucos percebem.
   Creio que durante toda existência da humanidade as pessoas possuem esse "vício"de aparecer, se mostrar para os outros, porém atualmente essa necessidade aumentou drasticamente, nós temos que aparecer, precisamos gritar para o mundo ouvir "eu sou feliz" um dos principais mecanismos para isso é o tão amado Facebook o lugar exato para aparecer, para mostrar ao mundo "Eu existo...eu tenho uma vida muito boa...eu tenho pois melhores amigos do mundo"
   Não sou contra o Facebook, nem contra as demais mídias sociais, mas observo que as pessoas utilizam-no de maneira errada, na lógica a ideia de uma rede social é se socializar com pessoas, porém ao invés de seguirem o conceito lógico, elas acabam por usarem o site para se auto afirmarem, para mostrarem que existem, muitas vezes para se exibirem. Tudo de bom que acontece na vida, todas as viagens, passeios, encontros tem que ser retratado no Facebook, mas por que? Na minha opinião é por que  não basta ser feliz, não basta curtir uma viagem, não basta ter bons momentos com os amigos, temos que mostrar para todos que estamos bem,somos mega felizes, mas será que somos mesmo?
  Ao que me parece nós seres humanos estamos carentes de atenção, buscamos  tanto a tal felicidade, buscamos tanto a tal aceitação,e acabamos por nos perder em mecanismos que poderiam ser descartáveis, precisamos aprender a viver o momento, não precisamos relatar todos os momentos vividos para uma rede social, não é necessário aparecer,é preciso aprender que o momento vivido é o que importa,o resto é subjetivo. Facebook não é diário para relatar tudo, ele não manda em ninguém, não somos escravos dele e muito menos das pessoas, não precisamos de aprovação de ninguém, não precisamos transparecer a felicidade através de publicações no mural, seja feliz, viva e ponto.

   
Depois de algum tempo resolvi voltar.


Autor: Samuel Lucas