12/12/2015

Cobertura do Ato de apoio aos secundaristas : A força de uma nova geração

     

     Olá , caros leitores

    O que trago a vocês , é uma cobertura de um ato de apoio aos estudantes secundaristas que ocorreu neste sábado , dia 5/12 . O ato em apoio aos secundaristas que ocupam mais de 200 escolas e buscam o cancelamento da Reorganização Escolar  , uma medida imposta pelo Governo Estadual que visa fechamento de escolas como medida de austeridade , mostrando a força de um grupo de alunos que se organizam contra uma decisão outorgada e deixaram a mensagem " Não tem Arrego " até o fim da Reorganização Escolar .
      A organização autônoma deles surpreende , mesmo dentro do pior planejamento da PM ( braço armado do governo Alckmin ) , pensou-se em que foi feito por alunos , coletivos e apoiadores na ocupação das escolas de todo o Estado de SP chegaria a tal ponto . O fato é que a situação não pode ser resolvida com a presença da policia , tropa de choque e do Braço e etc ; Vem quebrar a lógica de tudo se resolve sem dialogo com os movimentos , foi forçado a recuar e prometer abrir dialogo .  É uma coisa inacreditável o que isso esta se tornando como a fagulha de 2013 ainda estivesse acesa , esses alunos tem energia e disposição para lutar , e ainda vem muito pela frente com eleições Estaduais ano que vem .

    O post é dividido em 3 partes, todos me trouxeram ideias conjuntas que fazem sentido explicar elas detalhadamente .  A ideia de quanto parecia esvaziado o ato , a força dos alunos das ocupações principais como os do Fernão Dias e o efeito da Tropas truculentas de Alckmin . 

   1 )   Ausências estranhas - Trajeto Masp - travessa Av Paulista com Av Consolação

         

          Eram 2h 30 da tarde , no Masp ,ponto de concentração da maioria dos atos de apoio aos secundaristas . Esse ato foi mantido após na véspera , Governador Alckmin recuar sobre a reorganização , os estudantes querem a revogação da medida ou garantias de tanto ; Forças ligados a partidos e movimentos estudantis não aparecem para o ato marcado as 14: 00 e a concentração de pessoas é pouca até a hora da saída do ato por volta de 15 : 00 . 
        Em um ponto que observava a multidão , percebi a falta de bandeiras tradicionais seja da Apeoesp , UNE , ANEL que se posicionaram sempre a favor de lutas dos Estudantes por também serem afetados por tais medidas . No evento das redes sociais , declarou -se que o ato não tinha vínculos a partidos e dava o tom que os estudantes queriam  um ato sem Bandeiras partidárias que justifica a ausência do Psol , PCO e PSTU  . 
       É bom questionar se o objetivo não foi alcançado o que afastou os movimentos então , seria a posição deles de ajudar enquanto é lhes conveniente e tomar o protagonismo do evento ? A resposta é clara , sim pois os Estudantes secundaristas estão acostumados a apanhar da pm , isso não os para , frente a questão da educação e a reorganização .
    O grupo era formado por pessoas da classe média , de Esquerda , apoiadores das ocupações , Black Blocs e acompanhados por uma quantidade considerável de policiais . Houve a cobertura de fotógrafos independentes em geral , da Rede Record e do SBT que fizeram imagens e matérias . 

   2 ) A chegada dos Secundaristas , Protagonismo dos alunos - Trajeto - Av Consolação - Av são luis .

   
       O ato desce a consolação quando somos pegos pelo barulho na parte mais atrás do ato e surge os secundarista ( Maioria da ocupação do EE  Fernão Dias em Pinheiros  ) fazendo o Barulho e logo menos passam a puxar e comandar o ato . A sensação clara de quem é o protagonismo deste movimento e  é dos Estudantes de 15 , 16 anos que viram nessa causa para ir as ruas para bater de frente com o governo .  Eles são um bom sinal que teremos uma geração que lutará por seus direitos nos próximos anos .
       Até este breve momento , a relação entre PMs e manifestantes era  tranquila e pacifica até a Biblioteca Mario de Andrade quanto o choque foi acionado . Em todos os atos destes últimos tempos , a presença deles é marca de quando as coisas esquentam , assim foi pois sabemos quanto as prisões arbitrárias dos atos que chegaram a 40 em mais de 10 atos . A tensão começa ali  a subir , os próprios black blocs se preparam para o pior . 

    3 )  Momentos tensos , um resumo de uma longa Batalha - Trajeto-   Praça Ramos - Secretaria da Educação ( Pça da República ) 


        Seguindo o trajeto até a secretária de Educação , passando pelo Teatro Municipal , Av São João e enfim ao objetivo , Local simbólico de contra quem esta se lutando  , por lá acabou o ato oficialmente porém farei um destaque ao momento muito interessante . 
        Na Av Ipiranga , quando se bloqueou um ônibus da PM , a corrente dos Secundaristas foi algo marcante .  Quando muitos de nós teria tido medo e desbloqueado a via , eles se mantiveram até a chegada da tropa do Braço e a movimentação dos Black Blocs para proteger eles ; um relato que eu peguei foi que eles não sairiam dali pois já se acostumaram a apanhar e isso não faria diferença , eu vi o vergão roxo num braço de uma das meninas de 15 , isso foi fruto de quando eles apanharam quinta e sexta daquela semana ( 3 e 4 ) com a repressão violenta da policia .      
     

   Conclusões :

     
       Uma coisa que eu já percebi que todo ato tem um padrão e a polícia sabe disso . O que chamam de ato pacífico e sem acontecimentos não passa de um dia que um "P2 " não causou mais um cenário de guerra para justificar a ação truculenta deles e prisões aleatórias , a questão é que com os estudante menores e dispostos a passar a sua mensagem sem cair nas provocações , a pm ficou desarmada em relação a eles, gerando o que ocorreu nos atos dia 3, 4 , 9 de dezembro repressão por excelencia para tentar desencorajar o movivmento agora . 
       Outro ponto é a educação , questões que todos lutam mas fica no discurso vazio que isso trará o futuro da nação .Mas quando esse futuro chega ?  Se tudo que fazemos é vender ele para empresas privadas ( Anglo , Objetivo e ETAPA ) , sucateamos as escolas públicas Estaduais e Municipais como ocorreu nos mandatos de PSDB e PT em São Paulo . Educação libertadora é essa que faz alunos brigarem para poder estudar , ter onde estudar e com condições , e fechar escolas não é solução pra ninguém  , apenas para a recessão , por isso lutemos por educação de verdade e não por promessas de futuro .
       A ultima e a mais importante de todas é lembrar que se apoia uma causa , vá a luta por ela , discursos vazios nunca mudaram nada e a luta da passagem a 2 anos e essa agora te mostram que é preciso ir a luta para mudar uma coisa na sociedade que vivemos  , NADA vem de graça nessa vida .

Texto por : Erick Miyoshi 

Links : 
http://g1.globo.com/sao-paulo/escolas-ocupadas/noticia/2015/12/manifestantes-voltam-protestar-em-sp-contra-reorganizacao-escolar.html
http://noticias.r7.com/educacao/fotos/manifestacao-de-estudantes-contra-alckmin-termina-de-forma-pacifica-em-sao-paulo-05122015#!/foto/1
http://www.esquerdadiario.com.br/10-motivos-para-ser-contra-a-reorganizacao-das-escolas-do-estado-de-Sao-Paulo
http://educacao.uol.com.br/noticias/2015/12/04/sp-alckmin-adia-reorganizacao-em-2016-e-propoe-dialogo-escola-por-escola.htm
http://www.pragmatismopolitico.com.br/2015/11/nao-e-a-primeira-vez-que-o-psdb-fecha-escolas-em-sao-paulo.html
http://brasil.elpais.com/brasil/2015/11/25/politica/1448462632_049331.html
http://brasil.elpais.com/brasil/2015/12/02/politica/1449081055_661574.html

Até a próxima 
@miyoshi_niceguy