terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Cinema nacional e a lei do audiovisual

 
    Olá , meus caros

   Hoje , vamos falar de cinema no Brasil e a lei de audiovisual que é o programa de incentivo do governo para esse tipo de produção . No País de proporções enormes como o nosso , o  cinema não conseguiu se desenvolver completamente e ainda hoje caminha a passos árduos em se popularizar frente a disputa com Hollywood e uma cultura americanizada ; Quando pensamos que é necessário estimular um setor de mercado como o Cinema e o potencial de público dentro das salas de cinema é alto porém esbarra na infraestrutura precária para fazer a sétima arte por aqui . 

Cinema  no Brasil


    A indústria cinematográfica tem seus momentos pelas terras tupiniquins , nas décadas de 50,60 com o cinema novo e períodos de baixa  onde o publico caiu o interesse e a força das produções foram caindo de qualidade . A retomada ocorreu no inicio dos anos 2000 com algumas pequenas produções e com o bom momento da economia , o nosso cinema voltou a produzir bons filmes como o Bicho de sete Cabeças , Carandiru , Tropa de Elite , Som ao Redor , O Palhaço e muitos outros até agora ; Descobrimos como nos levar a sério porém o gênero mais popular são as comédias , muitas vem tendo sucesso de público ao longos dos anos , o Brasileiro gosta de rir de sim mesmo .
    O crescimento natural em premiações internacionais e a criação de um bom circuito onde o melhor das produções nacionais rodam pelos festivais é o cenário que acontece no Brasil hoje . Por mais que as salas de cinema fiquem vazias , existe uma atividade constante para os produtores e a crítica especializada para os diversos filmes que fazem barulho tanto aqui ,quanto fora e ironicamente não chegam ao público . 
    A falta de apelo do produto nacional , mostra a face mais triste de quem tenta fazer algo no cinema . O caso é que o público só sai de casa se tiver ator muito conhecido e um roteiro clichê , não se pode culpar a todos porque o ingresso é caro. 
    Outro ponto é a dificuldade de abordar temas da diversidade e gerar rentabilidade ,frente ao conservadorismo que existe como um todo na sociedade . Mesmo na arte , tentar transmitir uma mensagem progressista enfrenta certas barreiras para ter alcance total .
     

     O que a lei do Audiovisual tem a ver com isso , é o que vamos tentar te explicar


   A Lei que existe desde da década de 80 , com uma revisão em 93 tem a função de estimular a área apoiando produções e co produções nacionais visando o aumento da Infraestrutura . O processo se assemelha ao da Lei Rouanet , com arrecadação de fundo em empresas públicas e privadas , isso se encaixando em editais com temáticas como educativas , diversidade e lógico com perspectivas de lucro para aos patrocinadores .
    Os grandes filmes por aqui tem sido produzido quase exclusivamente pela Globo Filmes/O2 que tem sido a maioria dos projetos de Longas que tem sido aprovados na Lei do Audiovisual , existem editais para todos os gêneros como documentários ,curtas e outros ; Citando cinema comercial , existe um monopólio apesar de haver uma produção independente com bastante qualidade que existe sem a grana que rola pelos editais .
      A realidade no Brasil enquanto produtora audiovisual é bastante limitada , a divulgação é bem dificil , a rentabilidade é a maior dificuldade encarada para qualquer produtor . O formato de curta , média e longa metragem passam pelas mesmas barreiras que vão desde a baixa capacidade de executar seus projetos , tem que competir com o mercado de fora com milhões a mais e a desvalorização com qual tratam as produções Brazukas aqui .
     Todo incentivo para  construir algo positivo dentro do cenário atual do Cinema é valido , fato é que o processo burocrático e a profissionalização custam uma centralização de recursos na mão de certas empresas . O independente não cresce com o apoio do Governo mas com as próprias pernas e faz com a criatividade , exercer um papel de mostrar outras realidades .

Concluindo ... 


    No geral , precisamos crescer sejam com os independentes ou filmes comerciais sendo vistos e valorizar todo o potencial  criativo e artístico do Audiovisual Brasileiro . A lei é importante mesmo que não chegue a todos , permite um aporte que muitos não tem para custear muitas produções de médio/grande porte , tornar um mercado muito favorável num país continental como este , vide o exemplo de Bollywood . 

até a próxima , galera 

    
    

0 comentários:

Postar um comentário

Se expressem , gritem , cornetem , comentem

Grato , blog 2 cabeças viajantes