31/03/2017

A polêmica do pixo e o grafite

 
   Olá , pessoal 

   hoje , vamos falar rapidamente sobre a polêmica que se instalou no inicio da gestão do Prefeito Tucano Doria . A " guerra " contra os pixadores foi um destaque das primeiras coletivas do ex apresentador , apagou pixos e GRAFITES , dai a outra parte da questão , os grafiteiros se revoltaram contra o tucano  juntos ao que pixam  e quem defende a arte urbana também se posicionou o contra . Estabeleceram os lados:   Prefeitura vs artistas,pixadores e apoiadores ; Agora a situação se acalmou , doria foi proibido de apagar sem permissão , alguns grafites foram apagados e os planos de acinzar a cidade ficou em stand by .

   Vamos aos pontos : 



  Os pixadores : este grupo sempre existiu , suas mensagens estão ai pelas paredes da cidade . O fato de ser um grupo marginal , representa bem uma classe que fica exatamente a margem de tudo , a invisibilidade é um fator social e os pixos por ai , mostram um grito que diz : "estamos aqui " . 
   uma gestão nunca vai dar conta de acabar com o movimento dos inúmeros grupos que pixam pelos cantos da cidade , a invisibilidade que é um fator de exclusão , serve como escudo para estes serem pegos . A lei que aumenta a pena por pixação , não será prática pois o flagrante é quase impossível .


    Os grafiteiros : Saindo da arte marginal para uma condição de respeito na cidade , temos um quadro que estabelecido aqui . Os grafite já são parte da paisagem urbana de São Paulo ,a aceitação das pinturas nos muros é grande , veio junto com a cultura periférica e as políticas de fomento a cultura . 
     O prejuízo de artistas reconhecidos em perder obras para a limpeza da "Cidade Linda " foi considerável para quem teve e não teve grafites apagadas , desvalorizar uma marca turística e ainda marcar a cidade como contrária a arte de rua , essa a mensagem que ficou , por sorte o avanço do projeto foi brecado porém é  fato que o Cidade linda é um projeto sem pé nem cabeça . 

   Prefeitura : João Doria e sua caminhada por uma cidade " linda " e fazer guerra contra Pixos e seus grupos foi a primeira batalha da gestão , o "gestor " bateu forte contra a poluição visual como já fez Kassab em 2009 , o mais grave foi apagar arbritariamente , o tom higienista e elitista é o que estraga a proposta de tornar a cidade mais bonita . 

   Conclusão : 

    O hábito político de impor ideias foi mais uma vez usado para que um projeto não discutido , nebuloso até agora quais ações melhoraram a questão visual da cidade e ver como em outras áreas , propôs muitas coisas mas para propósitos práticos pouquissimos resultados como a Marginal Segura , O corujão , a criação de vagas em creches , o fechamento de farmacias nos postos . 
     A polêmica se fez de uma ação desastrada e marketeira do atual prefeito , quer mostrar trabalho é questão de acertar debates , debater as ideias e por em prática , algo que as pessoas concordem que é necessário . A arte ou pixo fazem parte da vista urbana , gostando ou não , são duas faces da mesma moeda  e se quer melhorar isso , pense em uma opção que não seja o Cinza , Doria aventureira .


É isso pessoal , até a próxima