CulturaPop #42: Internet no Brasil pt 3 - Sonho de youtuber e profissionais online

         
       
          Olá pessoal 

          O tema da nossa terceira e última parte fala sobre o atual cenário da internet Brasileira com o Sonho de youtuber, profissionais de rede social como Instagrammers e a presença de marcas apenas online. A nossa realidade de consumo e interação online, hoje tem um peso comercial para além de uma convivência entre as pessoas postando fotos, textos e memes. 

         O destaque inicial é o fenômeno do audiovisual e a fama que pegou produzir conteúdo para o youtube, as pessoas começaram a ter preferência pelo vídeo seja produzindo seu stories e Musicaly ou trabalhando em muitos canais como um sinal claro dos tempos. Essa geração atual tem menos medo da exposição, a fama e os números importam mais agora do que antes, existe a necessidade de existir virtualmente com fotos e vídeos, não mais só texto que já deram notoriedade a muitos.  

        O sonho de ser Youtubers/Estrela da internet move muita gente dentro das redes sociais, ser visto como referência e ter ego amaciado por uma multidão de perfis diferentes. A busca da fama dentro de um cenário onde há poucos no topo e ganhando, muitos tentando se criar nos seus nichos para ter no seus número de fazer publi e se sustentar sem a necessidade de trampar para patrão, o sonho da autonomia que convence muita gente a trabalhar no seus projetos por um tempo sem ganhar e esperando uma recompensa pelo esforço.  

       Nesta década surgiram muitas profissões ligadas ao crescimento da web por necessidade de especialistas desde os analistas de redes sociais, consultores comerciais e empresário do setor tanto quanto os influenciadores de Blogs, Youtube,Twitter, Facebook, Instagram, pinterest, musically, falecido Snapchat, e etc que usam ferramentas diferentes para ter muitas pessoas as seguindo e compartilhando seu conteúdo. 

      Os dias contemporâneos tem diferentes parâmetros  para a vida online e offline, ganhou importância ser vistos nas duas esferas e saber usar a internet como potencializador da sua carreira, são tempos que não são mais amadores que trabalham online mas agora gente que leva a sério os likes, as views e os inscritos. 

     É isso, pessoal 
    Até a próxima 

   
 

Comentários

confira :

Quinta do youtube #110: Estereótipos e perfis diferentes

Radar Musical #4: Estrelas pop em ascensão