06/03/2016

Construindo Ideias #2 : MST , o movimento que luta no campo contra os latifundios

   
  

   Olá , caros leitores

    Estamos aqui mais uma vez para falar sobre assuntos polêmicos , tipo movimentos sociais que incomodam e são noticias nos jornais em alguns períodos da história , neste caso sobre o MST e um pouco sobre o MTST , movimento surgido a partir da dissidência de membros do próprios Sem Terras  ; O Movimento já foi tão massacrado na mídia que atraem atenção mas nem tanto como há duas décadas atrás , continua sendo exemplo de luta e organização, a falta de conhecimento sobre a origem , história e real poder das ações que chamou a atenção para questões campestres relacionadas a trabalho , escravidão moderna e a alta concentração da Terra no Pais .
     A luta do campo se misturam , pois elas estão ligadas como o trabalhador rural no passado que se estabeleceu na cidade e continua sem moradia , sendo assolado por outros problemas sociais e sem um coronel mas jogado muitas vezes em empregos pesados e abusivos . A importância de movimentos como o MST e MTST para o avanço na questão de moradia e apoio a lutas populares , afinal 3 décadas de lutas contra Latifundiários , Mídia manipulativas e outras barreiras de inclusão e direitos .

   1 - Origens do Movimento 

     A falta de informação ou de interesse da população é  um fato que complica para a aceitação urbana da causa , o consequente afastamento campo - cidade é outro fator que não enxerguemos a beleza e força que mostra o MST .
     A origem é praticamente desconhecida no meio Urbano , mais intelectualizado e mais burocrático , o irônico é perceber que parte da massa que não tem acesso a essa parte da História que esta ligada a ela quando o seus avós saíram do campo e em condições parecidas com o que fundaram as primeiras Ligas campestres e que após muitas derrotas se uniram para formar o atual MST .
       Desconstruir a desinformação  é possível , transmitindo e valorizando a ação deles enquanto grupo social atuante há mais de duas décadas .
        A má distribuição de terras no Brasil é algo muito forte desde sua colonização , as Capitanias Hereditárias deixaram marcas e Estados ainda na mãos de famílias de Coronéis , nesse contexto surgiram
as primeiras revoltas camponesas contra as péssimas condições de trabalho nas fazendas ( latifúndios) em vários locais e muitos deles reprimidos violentamente ; Deste contexto de luta e organização na década de 60 já formou se o embrião do que viria ser o Movimento dos Sem Terra em 1980 .

 2 -  Reforma Agrária 

   O objetivo do movimento é a tão sonhada Reforma Agrária , que caminha a passos lentos no Brasil , uma medida que não tem apoio pela estrutura agrária e arcaica que temos no campo . A falácia que foi criada para afastar a possibilidade , foi a visão errônea que a medida tomaria áreas residenciais e produtivas , coisas que caem por terra quando a questão é analisada mais de perto . Acreditar que a distribuição justa de  terras no Brasil é uma reivindicação de esquerda apenas , é um erro pois temos que as potencias capitalistas já o fizeram a muito tempo , isso é uma medida capitalista para expandir a produção e os preços ,no país como este , a dificuldade que é para instaurar a Reforma Agrária .
     A história das lutas camponesas , é atrelada a falta da terra concentrada nas mãos dos inúmeros coronéis que dominaram e ainda tem algum poder no Norte e Nordeste .  Em pleno século 21 , temos que o trabalho análogo a  escravidão  é algo comum no interior do país , a condição de existência do sertanejo é cruel , realidade que só afirma a necessidade de mudança do modelo agrícola atual . Dentro deste contexto que os trabalhadores rurais vivem nessas condições , o MST é uma saída para esse grupo de trabalhadores .
      A Reforma Agrária é a redistribuição de grandes lotes de terra , em propriedade médias e pequenas para favorecer uma produção diversificada e uma economia dinâmica . A ideia é acabar com o Latifúndio - parte dele - para gerar uma desconcentração de terras e isso possibilitou nos EUA , os vários  cinturões verdes , é certo que isso seria uma revolução no produção dos alimentos por aqui e acabaria com muitos dos problemas sociais do campo , o principal deles : Os coronéis . O ideal seria que quanto antes fosse feito a medida , a evolução das questões da Terra .  Uma observação importante é que o confisco de terras é feito em propriedade que são ociosas , grandes terrenos que pouco produzem . 
     Um fator que impede a aplicação desta mudança , é a ausência de um modelo para se fazer pelas nossas configurações agropecuárias . O atraso da nação na questões do campo de séculos tem um preço alto com a alta concentração dos latifúndios pelo país que tem tamanhos de Estados na mão de pouquíssimos Donos ; Ligadas a Bancada Ruralista , temos que isso dificulta uma discussão para ter um modelo oficial para as concessões dessas terras ociosas .

  3 - Ocupações , assentamentos e as tais " Invasões " 

      O que foi muito noticiado pela mídia e é argumento do senso comum para a marginalização dos Sem Terras é o termo Invadir - eles falam que o MST invade tal fazenda , Terreno - como fator contra a organização, o  pensamento que isso desrespeita a propriedade privada , vitimando o " dono"  da terra 
que tem uma propriedade de milhões de hectares e que não utiliza a terra para nada , talvez especular e vender com uma excelente taxa de lucro , principalmente na fronteira agrícola .
     A ocupação de espaços como fazendas e outros espaços é uma das táticas para forçar o governo a tomar posição sobre a posse daquela terras . Desde seu nascimento nas décadas de 70 , 80 , o MST foi oposição aos governos que pouco dialogavam com o movimentos , isso mudou com a chegada do PT e o alinhamento ao Governo até hoje vigente , nem isso aumentou o ritmo das concessões de Terras conhecidas como assentamentos , terras " compradas " do governo e as vitórias sobre os fazendeiros com os ganhos de terra em causa social .
      Há na prática 2 tipos de ocupação de terra que são os acampamentos nas beiras de estradas e outros pontos que é quando eles , tomam uma posição para pressionar o ganho de uma propriedade  , eles são provisórios ;  O outro é o Assentamento , consequência natural da etapa anterior que são vilas que são as sonhadas moradias e o espaço para cultivar , assim subsistência garantida . Há vários casos de ambos em todo o Brasil .  A situação das pessoas que vivem assentadas ou acampadas é vista em vários documentários sobre o movimento .
      O conceito de Invadir é errado , pois eles na teoria , planejam ações para tomadas de espaços vazios e improdutivos como ocorrem dentro das práticas do MST .  Quando ocorrem na cidade ou locais públicos vem carregados de significado . A veiculação de qualquer destruição relacionada a ocupação de terrenos é tendenciosa , já que isso é uma exceção a regra e se dá a situações específicas . A popularização deste tipo de termo é causada pela noticias divulgada nas grandes mídias .

 4 - Agroindustria , Cooperativas e Agroecologia   

      O MST sobrevive e não é de graça , acreditar em quem faz parte do movimento tem mordomias de não trabalhar ou estar sem uma função interna é balela , a maioria trabalha seja dentro dos acampamentos , assentamentos ou apoiando as inúmeras ações pelos Estados . O costume de chamar as pessoas dos movimentos sociais de " Vagabundos " cansa , a maior parte da composição deste grupos é de trabalhadores comuns que se dedicam a militância  , e ironicamente , a parcela que tem esse tipo de atitude é geralmente desocupada ou dependente .
        Agroindustria foi o primeiro modelo que tentou os Sem Terra , a partir dos primeiros programas de apoio e a criação do Incra , utilizando do crédito concedido houve um período de experiência deste modo de produção que é parecido com a Indústria  , a partir de transformação utilizando maquinas , que teve poucos resultados e não se sustentou dentro do movimento.  A necessidade de um modelo econômico é a busca por uma prática que sustente as pessoas no campo .
       As cooperativas são formas comuns para buscar um sustento no meio rural com a alta concentração de terra , além disso o esforço coletivo tem levado a melhora de vida do agricultor .  Essa prática tem ajudado a manter a renda dentro do campo moderno , a produção e a venda direta aos centro de abastecimentos e mercados tem trazido qualidade de venda a quem antes vendia a preço de banana para empresas que lucravam infinitamente em cima deles . Isso esta ligado ao novo mercado de Produtos Orgânicos , e a Agroecologia, que é a uma área nova no estudo na agronomia , baseia se em como utilizar a terra de forma sustentável sem uso o dos Agrotóxicos e com uma boa produtividade . Várias universidade no interior tem esse curso que visa orientar e  melhorar as lavouras de pequenos produtores para essa modalidade ecológica , este é o atual nicho que o MST anda utilizando em seus assentamentos e acampamentos . 

5- Mídia , Manipulação  e corrupção 

    A relação com a mídia tradicional é claramente , contra o Movimento dos Sem Terra  que quando foi retratado ,foi como vilão e hoje , as ações deles são noticiadas sem alarde . Quando as ações eram fortes e necessária na década de 80 , 90 quando após uma ditadura , os movimentos sociais tinham força maior que hoje , as redes de TV , Jornais atacaram e marginalizaram o MST .
    Os donos da redes de telecomunicações são fortemente ligada aos latifundiários ou patrocinam os jornais que dá o chamado 4°poder , para destruir ou fazer a imagem de alguém ou movimento social e manipular um país inteiro .  É a razão principal por que os Sem Terra não conseguem visibilidade as suas causas para uma grande audiência como faz a TV , o único meio que atinge todos os pontos deste continental nação , a Globo faz o controle do que as pessoas sabem ou não , o que vai interessar aos observadores políticos , a situação da economia e quem poderá ganhar a eleição - Lula foi editado na eleição de 89 e por isso perdeu a eleição -, eles podem muito .  A ingenuidade de pensar que a verdade vai ao Ar quando vc assiste ou lê algo vindo da Internet ou Jornal impresso .
     Uma forma de atacar os Sem terra é a divulgação de pequenos casos de corrupção que ocorrem dentro das áreas conquistadas , mas temos que admitir que há corrupção em todas as esferas de sociedade , por que não ocorreria em Movimentos sociais ?
    O oportunismo de quem busca fazer fortuna existe desde sempre , o capitalismo tem essa faceta . O caso de ser em uma organização que luta por terra é um conflito de interesses que ocorre de trabalhadores que buscam um pedaço de terra e mafias que vendem terrenos para terceiros . O que você interpreta disso é questão pessoal .

  6 - Importancia e o MTST 

      Frente a invisibilidade que foi imposta aos Sem Terras  , a importância deles é algo que devemos ressaltar como na mobilização dos diversos movimentos e sindicatos que defendem os interesses dos trabalhadores .  A organização de mais de duas décadas é referência na luta e serve de modelo pois esta viva e estável sendo atuante , quando inúmeros de outros sendo perseguidos e reprimidos ora publicamente , ora pela policia que atua nas ruas e investigando seus membros , resultando em prisões como nos protestos que tomaram as ruas . Reconhecer que o movimento se estabeleceu  nesta época democrática , é necessidade na luta pelo poder popular .
       O MTST é um braço do MST que se desprendeu por discordâncias políticas da época da adoção de novas tendências a seguir , a dissidência foram chamados os 51 que assinaram um documento público explicando a saída deles do Movimento . A consequência direta disso foi a fundação do MTST que agrega as lutas por moradia na cidade e a experiências dos 51 , desde o inicio de suas atividades é forte sua participação em ocupações e apoia as inúmeras causas que precisam de apoio , é possível dizer que com poucos anos , o movimento pode ser promissor e finalmente juntar as causas urbanas e do campo pois elas se interligam .

Quer saber mais sobre o MST e o MTST , veja os links abaixo :

http://www.mst.org.br/
http://www.passapalavra.info/2014/07/97500
http://curtadoc.tv/curta_tag/mst/
http://www.mtst.org/
http://www.cartacapital.com.br/tags/Guilherme%20Boulos
https://www.youtube.com/watch?v=I-Ty7_-acbI
http://reporterbrasil.org.br/2007/03/documentario-aborda-trabalho-escravo-e-conflitos-de-terra-no-para/
http://amigosenff.org.br/



até a próxima , @miyoshi_niceguy
qualquer erro , comentário ou sugestão de Link , favor comente .